Mudar o Homem

A nossa sociedade criou várias instituições pressupondo a possibilidade de mudar o homem. Prisões, manicômios, etc. inúmeras instituições criadas visando mudar um homem. Não! Não é possível mudar um homem, não podemos pensar como pensamos – erroneamente – com os animais. Não podemos “domesticar” um homem, não podemos simplesmente abrir sua cabeça e introduzir informações lá dentro, visando mudar as praticas daquele homem. 

Nenhum animal foi domesticado por nós, nós nos domesticamos juntos com eles. Nós éramos uns antes de os encontrar, a nossa convivência com ele e vice-versa causou uma mudança mútua, nenhum dois dois continuou a ser o que eram. Este processo de troca que muda os dois indivíduos é muito parecido com uma negociação, eu como viciado com política pensa na negociação entre partidos políticos para a construção de alianças, fixas ou momentânea. Mas creio que por vivermos numa sociedade de mercado devemos pensar primeiramente na negociação do empresário.
Não se pode mudar um homem sem mudar a si mesmo. Não há como fazer isso. Tentar transformar alguém é ao mesmo momento transformar a si mesmo. Fez muito bem quem abandonou a ideia de educação caça níquel. Aquela em que tem o professor e o aluno, e o professor fica depositando conhecimento na cabeça do aluno, que volta pra casa cheio. O educador é educando, o educando é educador. Quando tivermos clara essas ideia de troca aí talvez conseguiremos mudar um homem.
A nossa sociedade criou várias instituições pressupondo a possibilidade de mudar o homem. Prisões, manicômios, etc. inúmeras instituições criadas visando mudar um homem. Não! Não é possível mudar um homem, não podemos pensar como pensamos – erroneamente – com os animais. Não podemos “domesticar” um homem, não podemos simplesmente abrir sua cabeça e introduzir informações lá dentro, visando mudar as praticas daquele homem. 

Nenhum animal foi domesticado por nós, nós nos domesticamos juntos com eles. Nós éramos uns antes de os encontrar, a nossa convivência com ele e vice-versa causou uma mudança mútua, nenhum dois dois continuou a ser o que eram. Este processo de troca que muda os dois indivíduos é muito parecido com uma negociação, eu como viciado com política pensa na negociação entre partidos políticos para a construção de alianças, fixas ou momentânea. Mas creio que por vivermos numa sociedade de mercado devemos pensar primeiramente na negociação do empresário.
Não se pode mudar um homem sem mudar a si mesmo. Não há como fazer isso. Tentar transformar alguém é ao mesmo momento transformar a si mesmo. Fez muito bem quem abandonou a ideia de educação caça níquel. Aquela em que tem o professor e o aluno, e o professor fica depositando conhecimento na cabeça do aluno, que volta pra casa cheio. O educador é educando, o educando é educador. Quando tivermos clara essas ideia de troca aí talvez conseguiremos mudar um homem.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s